Pirineos-Espanha Indo ver a neve pela primeira vez

 Olá, tudo bom com vocês?
 Hoje vocês vão junto comigo para Vall D'Arán.
Vall D'Arán é um conjunto de 32 pueblos que ficam nos Piríneus na Espanha, bem perto da França.
 Nesse conjunto de pueblos é que eu resolvi passar minha férias e meu aniversário (eu faço aniversário no dia 31 de dezembro)
 Como são 32 pueblos eu resolvi visitar os mais importantes e conhecidos. Vou colocar o que fiz em cada dia pra vocês,  e cada lugar que fui, para que vocês tenham uma ideia do que se pode visitar e ver em cada um deles, fazendo tudo de ônibus, que como sempre sai muito mais barato e se você sabe se virar como eu, vai aproveitar tudo o que cada pueblo pode oferecer de melhor pra quem como eu ama viajar . Let's go!!! 💖


Entendendo os Pirineus Espanhóis


 Os Pirineus  são uma cordilheira no sudoeste da Europa, cujo os montes formam uma fronteira natural entre a Espanha e a França. Eu decidi ficar no Vall D'Arán que fica na parte norte da cordilheira.


Como chegar aos Pirineus e como escolher onde ficar


 Quando eu decidi vir aos Pirineus espanhóis, minha primeira dúvida era onde.  Eu sabia apenas que queria ir ao famoso Pirineo mais não tinha nenhuma ideia de onde ficaria e como chegaria, na internet tudo que encontrava eram informações soltas que não me davam nenhuma segurança e o jeito foi sair perguntando a todos os meus amigos espanhóis qual seria o melhor lugar, o mais bonito e o mais econômico e foi assim falando com um e outro, perguntando e até mesmo ligando para os AYUNTAMIENTO (que é onde eles administram um local ou um pueblo ou uma cidade é onde fica por exemplo o prefeito e os setores administrativos de interesse de um municipio) que decidi onde iria passar minha férias. 

 Eu fiquei em um hotel bem charmoso e econômico em Les, que é um dos últimos pueblos do Vall D'Arán sentido França. Sim, você estará muito perto da França, mas estará muito longe de Paris (mais ou menos 7 horas de carro) portanto pense bem e verifique o mapa antes de se aventurar por terras francesas.

 Abaixo eu vou deixar também a foto do quarto que eu fiquei e as informações do hotel, para que, caso vocês queiram, vocês possam ficar neste hotel que é bem bacana e tem um atendimento muito bom, além de ter o café da manhã incluído.  Outra parte bacana é que no Ostal dera Nheu tem almoço também, mais fique esperto, eles fecham as 16:00, então se você quiser jantar, ou você compra comida pra preparar no quarto, já que dentro do quarto tem uma mini cozinha com folgão e tudo, ou você terá que sair para jantar fora.

*Restaurante e Ostau Dera Nheu
Ctra. De Francia, s/n
Teléfono: 0034-973-648-279 Les (Valle D'Aran - Lleida)



Ostau dera Nheu


1º Dia Baqueira e Árties


Eu peguei o ônibus em Barcelona na estação de ônibus Barcelona Nord, se você aproveitou para passear em Barcelona e resolveu fazer o mesmo passeio que eu, não pegue taxi, vai sair uma fortuna, eles falam que vai sair uns 6, 7 Euros mais eles cobram por mala, isso mesmo, além de cobrarem a corrida eles cobram única e  exclusivamente só por você colocar sua querida e linda mala dentro do taxi então uma corrida que sairia por mais ou menos 8 euros no meu caso saiu por 12 euros, e com o metro você vai pagar um pouco mais de 2 euros não chega a 3. Então, vivendo e aprendendo,  quando você acha que é a super esperta e sabichona sempre acontece algo que te lembra que temos mais coisas para aprender, e isso é uma das coisas que faz eu amar viajar e viver, é ter a certeza que nada sei de tudo que sei kkkkk, mais voltando ao tema de como chegar a Les, é bem simples mesmo, você tem a opção de fazer a sua compra  por internet direto na página da Alsa, ou fazer a compra pessoalmente, onde você corre o risco de não ter lugar, então eu sugiro que use a página que é bem cômodo e fácil de usar, fique esperto na hora da compra e verifique bem se foi devidamente cobrado o valor da sua compra, o site as vezes falha e pode ser que quando você tente fazer a compra novamente eles façam uma  segunda cobrança e uma segunda venda, por isso é sempre bom você ficar de olho no seu dinheiro, seja ele de plástico (cartão de crédito ou débito) ou travel card. Segue o link da empresa de ônibus Alsa https://www.alsa.es/# 

De Barcelona a Les são mais ou menos 5 horas e meia e o caminho é bem bonito. Prepare-se, se você vai aos Pirineus no inverno como eu, agasalhe-se, o ônibus tem ar quente mais você terá que sair dele então, não esqueça das luvas e sobretudos com direito a um gorro de lã para esquentar bem sua cabeça. A decisão de ficar em Les, foi feita, baseada no custo x benefício, de Les, você consegue se locomover tranquilamente de ônibus e pelo mesmo preço se estivesse em Viella por exemplo. Eles cobram 1,10 euros por trajeto independente de onde você esteja, e o principal foi a disposição da galera do Ostau dera Nheu em indicar tudo com muito detalhes antes mesmo da minha chegada, sempre com muita simpatia e educação.  


Percurso de ônibus de Barcelona ao Valle D'Aran



Paisagens durante o percurso de dentro do ônibus



Horários dos ônibus comuns para você poder se deslocar de um pueblo ao outro


 Depois de me alojar direitinho e descansar fui a famosa estação de esqui que fica em Baqueira. Não espere muita coisa de Baqueira, é um "bairro" pueblo que foi construído única e exclusivamente para atender a demanda dos praticantes de esqui e além disso a única coisa que você pode fazer além de esquiar é pagar pelo passeio de "teleférico" para subir uma parte das montanhas para tirar foto que foi o que eu fiz, subi de "teleférico" e desci por uma cadeira grande que vemos nos filmes que a galera usa muito nas estações de esqui, quase morri de medo, mais valeu a pena. E como dizem os espanhóis: no mas...puedes tomar un café.


Baqueira-Estação de Esquí 


De Baqueira peguei um ônibus e desci para Arties para passear e almoçar, é um pueblo muito bonito com pessoas simpáticas e atendimento cortês. Prepare-se para ver lugares muito lindos e tirar muitas fotos 📷

Arties é um pueblo encantador que fica a 7 km de Baqueira Beret e a 7 km de Viella que é a cidade mais grande deste vale, fica na província de Lérida, no Pirineo Catalán, você pode me perguntar o que você vai fazer neste lugar? e a resposta é: PASSEAR, bater perna rsrs ver lugares lindos de viver, comer comida local (sopa arenesa), beber vinhos deliciosos por um preço super acessível (2,3,4,5,6 euros). O publico deste do Valle D'Arán é bem eclético, porém em sua maioria o tipo de turismo deste local é mais chique, então se for o seu estilo você pode se produzir com seus casacos de pele e sua maquiagem forte que você estará super bem vestida, se você for um esportista querendo esquiar, não se intimide de entrar em qualquer bar e restaurante com suas roupas esportivas, o povo esta super acostumado e uma das coisas mais bacanas de viajar na Europa é que ninguém esta nem aí se o seu  cabelo é roxo e suas calças são amarelo limão. 

Vou mostrar as fotos desse lugar encantador pra vocês babarem junto comigo 👀



Arties



Arties



Arties

Uma das coisas que você tem que saber sobre o Valle é que se você for no inverno como eu fui prepare-se para a escuridão!!! Calma, eu tô falando que que se a sua intenção é chegar as 19:00 horas no hotel com aquela coisa fofa de ver o por o finzinho do pôr do sol esquece no inverno o sol desaparece as 17:30 e no máximo as 18:00 tudo estará tão escuro como a madrugada. 


2° Dia Bagergue


Neste segundo dia eu peguei o ônibus comum e fui até Salardú e de Salardú eu fui andando até Bagergue, infelizmente não pude ir a outros lugares porque o tempo estava muito frio e eu demori muito pra chegar a Bagergue já que era um domingo e os ônibus vinham a cada 2 horas o que dificultou muito minha ida e minha volta. De todas as formas como eu digo aí que fui até Salardú e de Salardú eu fui andando até Bagergue eu fiz isso porque não tem nenhum ônibus que suba a montanha e te deixe em Bagergue então ou você tem essa opção do ônibus ou você tem que fazer o que eu fiz, que é andar até Bagergue

Bagergue: esta a 1490m de altitude bem no ALTO ARAN é um pueblo que tem seu núcleo histórico e que faz parte do Patrimônio Arquitetônico de Cataluña, nele você pode visitar uma fábrica de queijos artesanais curado com azeite, mel e rum, lá também é efetuado a venda desses queijos, que valem muito a pena de serem visto, provados e comprados, não deixe de experimentar a pasta de queijo que é como um patê de queijo bem saboroso e com um sabor único, tenho certeza que você vai gostar. Se você for para almoçar a melhor pedida é o Restaurante Casa Rosa, um lugar bonito, aconchegante que oferece comida de boa qualidade e com preço justo, o dono do restaurante é o dono da fábrica de queijos, enquanto come fale com o garçom que quer visitar a fábrica que possivelmente ele vai chamar o dono que virá simpaticamente até a sua mesa para combinar a visita. Dê uma volta por Bagergue e suas ruelas encantadoras, observe a natureza e a arquitetura do lugar, respire fundo e faça tudo com tranquilidade, aprecie a comida e seus aromas, observe as nuances de cores das árvores quase secas devido ao inverno, relaxe 😎

Pra quem quer comer no Restaurante Casa Rosa, segue os dados:

Endereço: C/Dera Hont s/n
Telefóno: +34973645387
E-mail: info@quesosdelvalledearan.com

video
Queijaria em Bagergue


Bagergue Restaurante Casa Rosa


3° Dia Viella e Bossost

Viella: é um município da Espanha na provincia de Lérida, comunidade autônoma da Catalunha, com uma área de 206,44 km e com uma população beirando a 6 mil habitantes é a cidade mais povoada do Valle de A'ran. Aproveite para fazer todas as compras possíveis em Viella, se você sentiu de alguma maneira alguma saudade do movimento e coisas que a cidade grande oferece, Vielha é o lugar.Bossost: é um pueblo situado a 710 metros de altitude, fica do lado direito do Rio Girona,com aproximadamente 822 habitantes é um dos centros turísticos mais importantes do território aranes, com bosques de pinho negro. O ponto turístico mais conhecido é a igreja paroquial dedica a Assumpcion de la Virgen. Sem dúvidas um lugar encantador para ser visitado.



Viella


Viella


Viella

Bossost

Bossost


4° Dia Sul da França

Neste dia aproveitei para ir a Saint-Bertrand de Comminges. Para chegar a este pueblo você sai dos pirineus espanhóis pelo pueblo de LES e vai de carro que é a única forma de chegar alí, eu tive a sorte de fazer amizade com os donos do local que me hospedei a ponto de chamarem um amigo da família para me levar pra passear por este pueblo. 

É um pueblo muito pequenininho e charmoso, onde tem como ponto turístico a Catedral de Saint-Bertrand de Comminges ao redor deste pueblo você tem colinas que te proporcionam uma paisagem incrível,vale a pena visitar, pois tudo te remete a era medieval, definitivamente é uma viagem no tempo. 

A catedral estilo romano-gótica é conhecida principalmente pelo seu claustro, mais também pelos seus revestimentos de madeira. O órgão instrumento musical da igreja é suntuoso, além disso tem um crocodilo em uma das paredes que foi presente de um dos missioneiros que passaram por ali e levaram esse animal como forma de agradecimento de alguma graça alcançada que ninguém sabe contar exatamente como foi. 

Saindo dali a poucos metros tem um bistrô com atendimento realizado pelos donos e comidinha a estilo medieval feita na hora, você vai sentir o sabor suave da comida francesa e o gostinho de manteiga em tudo que come, não esqueça de provar de sobremesa a torta de Pera banhada por chocolate, é dos Deuses; garanto que você vai querer rezar quando colocar o primeiro pedaço na boca.

*não espere algo parecido com Paris, porque é um pueblo pacato com características muito próprias e nada cosmopolita



Chegando a Saint-Bertrand de Comminges



Catedral Saint-Bertrand de Comminges

Órgão da Catedral de Saint-Bertrand de Comminges


Catedral de Saint-Bertrand de Comminges

Comminges



Comminges





Vista do estacionamento da Catedral de Saint-Bertrand de Comminges com alguns pontos brancos de gelo onde o sol não bate, um friozinho de bater o queixo mesmo com o solzinho 😰



Lojinha de Souvenirs pertinho da Catedral e ao lado do Bistrot onde eu comi 2 minutos caminhando da Catedral 😉


Bistrot Gourmand



Bistrot Gourmand 😋



Bistrot Gourmand



Bistrot Gourmand


Chocolate, biscoito, geleia e queijos franceses deliciosos 


5° Dia Caminhada pela montanha de Bossost e Bausen

Depois de ver os principais pontos turísticos de cada um desses lugares lindos que vocês viajaram comigo eu resolvi fazer o que os espanhóis chamam de SENDERISMO que não é nada mais nada menos que caminhar pela montanha, pra esse tipo de passeio, é bom você ir com um bom sapato de montanha, uma garrafa com água e um bom sanduiche e algumas frutas, as rotas você consegue acessar através de um aplicativo chamado VAL D'ARAN super fácil de usar e com rotas bem precisas em tempo e em grau de dificuldade. 👇



O meu objetivo principal era passear e ter uma visão do pueblo pelo alto da montanha, existem pessos que fazem rotas especifícas e eu já fiz muitas mais como o lance era somente ver paisagens incríveis não me preocupei muito com o cumprimento de rotas. Olha que passeio lindo e que vistas impressionantes 👇


Caminhada pela montanha de Bossost



Caminhada pela montanha de Bossost






Caminhada pela montanha de Bossost




video
Caminhada pela montanha de Bossost




Caminhada pela montanha de Bossost



Caminhada pela montanha de Bossost




                                       video
Caminhada pela montanha de Bossost


6° Dia Caminhada pela montanha em Bausén

Atrás do hotel que eu fiquei eu tenho acesso ao inicio do percurso para fazer a caminha pela montanha e chegar ao pueblo de Bausen, foi uma tentativa frustante, já que o tempo estava muito frio e úmido já sinalizando a vinda de neve, não pude fazer o trajeto completo, porém até onde eu consegui caminhar, vi lugares com aspectos de filme de terror, e paisagens opacas com cores que vão de um verde escuro quase chegando a um vermelho e marrom queimado. Decididamente uma das coisas mais bacanas de caminhar pelas montanhas é saber que tudo que esta na natureza será sempre uma grande surpresa por mais que você se planeje, essa sim é uma das coisas mais lindas que um viajante de montanha pode 'contar'. 





Caminhada pela montanha de Bausén

Caminhada pela montanha de Bausén


 Caminhada pela montanha de Bausén



Caminhada pela montanha de Bausén


7° Dia Les e a neve

No sétimo e último dia quando já pensava que não iria ver a neve caindo literalmente do céu, lembrando que a neve que eu vi na pista de sky no início da viagem era fabricada e já pensando: - ó céus vou embora sem ver a neve, fui presenteada com uma noite e dia lindo com muita neve que cobria Les inteira, e enquanto todos estavam metidos em casa fugindo da neve la fui eu, pegar na neve, comer a neve, andar pela neve, tudo fica tão lindo, tão branco e a parte mais interessante de todas foi que com a neve o tempo fica menos frio a sensação térmica é mais amena que os dias anteriores, me explicaram que quando neva é assim mesmo, sente-se menos frio porque para ter neve o céu puxa toda a humidade pra fabrica-la, lógico que esta explicação é uma explicação lúdica e nada cientifica, e com certeza a mais simples e fácil de se explicar 👀

Quem já me acompanha por aqui sabe também que eu sempre faço minhas rotas de trás pra frente, sempre saio do meu ponto de estadia e vou pro lugar mais longe  e vou voltando, é uma maneira inteligente que eu encontrei de no último dia não ter que fazer o contrário e estar super cansada e longe do que ainda tenho pra ver.

Les é um pueblo encantador bem pequenininho, com pessoas super simpáticas e acolhedoras, em Les todos se conhecem por nome, sabem onde cada um vive e suas histórias de como chegaram ali e foi neste ambiente acolhedor que terminei minha viagem.

Neve em Les

Neve em Les



Neve em Les


Neve em Les


Neve em Les


Neve em Les


Neve em Les


Neve em Les

E assim foi coroada e terminada mais uma viagem, o que eu posso falar sobre cada pueblo, cada comida, cada pessoa que cruzou o meu caminho, sobre cada paisagem, cada experiência e cada momento...que a vida é linda. E que o dia que eu deixar de respirar e que minha vida não existir mais aqui nessa terra não quero que ninguém lamente minha ida, pois eu vivo a vida com tanta fome e vontade eu vejo a vida de uma maneira tão simples e fácil eu devoro os devoradores e saboreio cada milésimo de segundo que Deus permite que eu esteja aqui. A liberdade é meu habitat e a prisão é minha morte interior. O amor por eu mesma é o que faz eu ter tanto orgulho de ser quem eu sou. Eu escolho cada pessoa que faz parte da minha. Eu sonho e realizo. Eu sei quem eu sou e nunca ninguém conseguiu fazer eu ser quem ele ou ela acredita que eu deveria ser. Respirar e agradecer, comer e agradecer, trabalhar e agradecer, ter amigos e agradecer, ter meus pais e meus irmão e agradecer, ter meus cachorros e agradecer...coisas...ahhhh as coisas são pra te dar conforto, as coisas vão e vem, as coisas são coisas e sim elas me proporcionam bem estar e me permitem ir e vir, por isso eu respeito as coisas, mais respeito antes de mais nada a mim mesma, Eu amo ser quem eu sou e você se ama? 

Obrigado de verdade por ler o meu artigo e participar da minha viagem incrível aos Pirineus Espanhóis. 

Grata pela
Visita


   













































Seja bem vindo

Um convite para vocês!

Olá, quero convidar você a viajar pelo meu Blog. Dê uma olhada nos links das laterais do Blog, veja os temas, entre e leia os conteúdos,...